As we moved away from South America (and already missing it!) to Southeast Asia, we wanted to take a little time to update our blog and give you other useful information. As nature lovers, we are realized that South America is amazing for hiking and doing outdoor activities, as it has a vast and diverse landscape of mountains, volcanos with snowy summits, but also jungle and a lot of wildlife. If you’re in a tight budget, doing a trekking can become quite expensive (for our Salkantay trek we spend 170 USD each!) so we listed 4 amazing hikes you can do on your own and completely for free!

We enjoyed all of them, so the list in random order.

IMG_1143 copy
Crater loop in Quilotoa – loop da cratera de Quilotoa.

Saindo da América do Sul (e já com saudades!) para o Sudoeste Asiático, quisemos tomar um tempo para atualizar o nosso blog e dar-vos outras informações legais. Como amantes da natureza, apercebemo-nos que a América do Sul é incrível para fazer trekkings e outras atividades ao ar livre, pois tem uma vasta e diversa paisagem com montanhas, vulcões com picos nevados mas também a selva e muita fauna selvagem. Se você está com a grana curta, fazer um trekking pode ser caro (pagamos 170 USD para fazer o Salkantay!) então segue uma lista de trekkings para fazer de graça ou quase!

Gostamos de todos eles, então a lista está de maneira aleatória.

IMG_1546
Cocora valley – Vale do Cocora

1. Vale del Cocora – Salento – Colombia

From plaza in the center of the village, you can pay around 1 USD (3.600 COP) for a jeep to take you to the beginning of the trail, but this is not mandatory, you can just walk there – it takes around 1 hour. There is a humming-bird sanctuary where you can see this beautiful birds so close that you will hear their wings flap! You will pay around 1,5 USD (5.000 COP) but get a big cup of coffee and some cheese (this money helps with the conservation of the park).

IMG_1605 copy
Lovely humming-bird – um lindo beija flor.

Also, the Cocora valley is known by its huge palm trees and you can start or end here your trek. There are around 7 suspended bridges in a part with jungle so dense, that you will feel in a Indiana Jones movie!

Bring food and water as there is no where place to buy during the trek. If in the raining season (May-April) bring the rain poncho and raining boots or waterproof boots. You’ll totally love Salento too, a town in the middle of the coffee region, Quindio.

Difficulty: easy – medium.
Duration: 5 hours.

IMG_1759

Do centro da vila, você pode pagar 3,8 R$ (3600 COP) para um jeep te deixar no início da trilha, mas isso não é obrigatório, dá para andar desde a vila – demora cerca de uma hora. Tem também um santuário de beija-flor onde se podem ver bastantes e muito próximo, ouvindo até as suas asas! Para isso se paga 5,4 R$ (5000 COP) mas te oferecem uma xícara de café ou chocolate quente e um bocado de queijo (este dinheiro ajuda a manutenção da trilha).

colibri
Beija-flor – humming-bird.

O vale do Cocora é muito conhecido pelas suas palmeiras gigantes, elas são realmente bem altas! Pode-se começar ou acabar nesse pedaço. E tem 7 pontes suspensas durante o caminho numa altura tão densa de mato que parece um filme do Indiana Jones!

Se forem na altura de chuva (Maio-Abril) trazer uma capa de chuva e botas de chuva é essencial, assim como comida e água pois não tem como comprar durante o percurso. Para além disso, Salento é uma vila adorável no meio da zona do café na Colombia, em Quindio.

IMG_1777

Dificuldade: fácil – médio.

Duração: 5 horas.

2. Quilotoa crater trail – Quilotoa – Ecuador

IMG_1139 copy

Quilotoa is a crater of volcano with an amazing green lagoon that reflects the sky, in the bright days of sun. The crater trail is a loop trek that goes around the crater.

It is advised to do it in the counter-clockwise direction because the hardest part will be in the beginning, when you still have a lots of energy. The trail is well signalised but it has a precarious structure, be sure to bring with you water and food. Please mind that you will be in 3800 meters above sea level so it will be cold, even with sunshine weather. You can choose to go down to the lagoon instead, it takes 1 hour to go down and 3 hours to go up again.

Difficulty: Medium – hard.
Duration: 6 hours.

IMG_1141
Our kiwi friend Melody joined us for the crater trail – a nossa amiga kiwi  Melody que fez com a gente a trilha da cratera.

Quilotoa é uma cratera de um vulcão extinto, com uma linda lagoa de água verde, que reflecte o céu nos dias solarengos. A trilha da cratera é um loop em volta dela, como o nome indica.

IMG_1125
Quilotoa

É indicado fazer em sentido contra relógio pois a parte mais difícil fica no íncio, quando ainda se tem bastante energia. No geral a trilha está bem sinalizada mas a sua estrutura é precária, apenas com uns caixotes de lixo, traga comida e água. E não se esqueça que está a 3600 metros acima do nível do mar então vai estar frio mesmo com sol. Outra opção é descer até á lagoa, demora-se 1 hora para descer mas 3 para subir.

Dificuldade: médio – difícil.

Duração: 6 horas.

3. Fitz Roy trekking – El Chalten – Argentina

El Chalten is considered the best hiking spot in South America and we can totally agree on that! Besides being the free entry,  this part of the Parque de los Glaciares del Sur, there are so many things to do there that it can be hard to choose one.

FITZROY02

This classic trek can be done in 1 day or 2 days (staying for free in the camping site in the park), we did it as a one day trekking, it’s doable and you get to have a nice warm shower after. If you’re doing 2 days, you can wake up really early and see the sunrise in the mirador, with the snow and the peaks, seems a great way to start a day. The last km is the hardest. Bringing food is essential but water can be easily be found in the creeks through the trail.

Difficulty: Easy until last km – stepy for around 1 hour.
Duration: 7 hours (one day trek).

FITZROY01
Begining of the trail – Inicio da trilha

El Chalten é considerado por muitos, o melhor lugar para fazer trilhas em toda a América do Sul e nós concordamos! Para além de ser de graça, esta parte do Parque de los Glaciares del Sur, tem tanta coisa para fazer, que pode ser até difícl escolher apenas uma.

Este trekking clássico pode ser feito em 1 ou 2 dias, ficando acampado no parque, de graça. O trekking de 1 dia, que foi o que nós fizemos, é bem fazível, com o luxo de poder tomar um banho quente depois. Se acamparem e fizerem o trekking de 2 dias, podem acordar antes do amanhecer e vêr o dia começar do mirador, lá em cima, com os picos nevados mudando de cor. O último km é o mais díficil, com uma subida acentuada (cerca de uma hora). Levar comida é essencial, mas água não é necessário levar em grandes quantidades pois pode-se beber dos riachos que se encontra pelo caminho.

Dificuldade: fácil até último km – subida acentuada, uma hora.

Duração: 7 horas (ida e volta).

FITZROY03 copy
Cloudy Fitz Roy – Fitz Roy enublado

4. Trilha das 7 praias (7 beaches trail) – Ubatuba (São Paulo state) – Brasil

This trail is quite known by locals and brazilian explorers but not by many tourists. The trail stars in beach Lagoinha and ends in beach Fortaleza or the other way around. You can wild camp in one of the beaches or you can do it in a day trek. As it goes through the jungle (Mata Atlântica ecosystem) it will be good to bring repellent and boots (mind there are snakes around the jungle), bring water (you can buy along the way but it will be expensive) and some food. There are places to eat in the beaches.

7prais 03
Sea in Ubatuba – mar de Ubatuba.

The sea here is an amazing shade of blue and all of the 7 beaches are in shape of a bay, with almost no waves. If you do it in the weekdays there will be fewer people, for sure. We did it on a holiday weekend and  it was still pretty amazing.

How to get there: take a bus from Ubatuba or Maresias and ask around to the entrance of the trail, the locals will know it!

Difficulty: easy.
Duration: around 5 hours walking.

7prais 01
Deserted beach – Praia deserta.

Esta trilha é bastante conhecida entre locais e aventureiros brasileiros, não tendo tantos turistas como as outras. Ela começa na praia Lagoinha e termina na praia Fortaleza ou o contrário. Pode-se acampar selvagem nas praias ou fazer a trilha em um dia. Tenha atenção que ela é no mato, então é bom trazer repelente e botas de trekking. Água é essencial (pode-se comprar pelo caminho mas o preço é salgado) e leve alguma comida. Pode-se comer em algumas das praias, em barracas de estrutura básica.

O mar aqui tem uma tonalidade muito bonita, bem azul e as praias são pequenas baías quase sem ondas. Se fizer num dia de semana não vai ter muita gente. Nós fizemos num fim de semana prelongado e ainda assim não tinha muita gente.

Como chegar: de Ubatuba ou Maresias pegue o ônibus intermunicipal e pergunte aos locais a entrada da trilha, eles saberão dizer!

7prais 02
Wild beach – praia selvagem.

Extra: check our post about Isla del Sol – a trekking in Bolivia’s part of the Titicaca lake which costs only cost us 10 USD, with transportation (boat from and to Copacabana).

Extra: vê aqui o nosso post sobre Isla del Sol – um trekking no meio do lago Titicaca  que apenas custou 32 R$ contando com transposte (barco de e para Copacabana).